Com cadáveres sendo contados em Las Vegas Globo desrespeita vítimas com política totalitária de controle as armas

Donald Trump classifica como ato de pura maldade, mas não fala sobre facilidade que americanos tem de comprar armas. Jornal Hoje 02/10/2017

Mesmo com nenhuma informação confirmada até o momento de como o criminoso de Las Vegas conseguiu acesso as armas, Rede Globo aproveitou esse evento dramático para promover sua agenda política totalitária desarmamentista.

Desrespeita-se assim vítimas que sofrem com ato brutal de criminoso deslocando foco para objeto do crime, tudo em nome de agenda estatista, totalitária de fortalecimento do estado em detrimento do direito inalienável de autodefesa do cidadão.

Como referiu Leandro Ruschel:

A discussão de regras para evitar que armas caiam nas mãos erradas é sempre válida, mas com certeza não é isso que os abutres querem.

Cada evento de morte no Brasil é natural cobrarmos da emissora como contrapartida manchete perguntando como estado que praticamente inviabiliza acesso a legítima defesa do cidadão comum permite essa quantidade de crimes ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *